Em 29/11 o CEO da BIOGEOENERGY, Paulo de Tarso, foi convidado a participar da Apresentação do 1 Fórum de Desenvolvimento do Semiárido. O encontro fez parte da programação da Comissão Mista em Prol do Semiárido Brasileiro, coordenada pelo deputado General Girão (PSL- RN).

Na oportunidade apresentamos todos os nossos projetos de investimento na área.
– Estamos levando progresso e qualidade de vida à toda população da região, são milhares de empregos gerados, muitas famílias beneficiadas, proporcionando melhoria a todos, afirma Paulo de Tarso.

Aproveitando todo o potencial energético do Nordeste investiremos fortemente em energia hidráulica, solar, termo solar e eólica.

Nossa parceria junto às chinesas Harbin Electric Company Limited (HEC).
e BESTON (Henan) Machinery Co.,Ltd. nos capacita a realizar grandes obras no território brasileiro.

Implantaremos mais de 260 empreendimentos de Hidrogeração para contenção e aumento de reserva hídrica na região do Semiárido, transformando a paisagem do sertão nordestino.

No setor solar, vamos instalar mais de 35km de placas solares no Rio São Francisco gerando aproximadamente 60mW e 5 usinas termo solar gerando mais de 215mW de energia para a população.

Possuímos 4 complexos Eólicos em fase de desenvolvimento que somam mais de 1.400 Aerogeradores, produzindo uma potência de 7GW de energia limpa.

Possuímos a tecnologia de Dessalinização de água do mar para containers e tratamento de lixo, transformando materiais que antes eram descartados em produtos de valor agregado como, óleo verde, biogás, carvão de alta performance, fertilizantes, cavaco, coque entre outros.

O total de investimento do grupo GEOTERRA/BIOGEOENERGY na região será de aproximadamente 40 bilhões de reais, proporcionando milhares de oportunidade de empregos, melhorando a qualidade de vida e a economia da região, a parceria junto a CODEVASF nos trará mais rapidez na conclusão dos projetos.

Estiveram presentes na solenidade Yossi Shelley- embaixador de Israel no Brasil, Marcelo Andrade Moreira Pinto – diretor da CODEVASF, Gustavo Motezado – presidente do BNDES e demais autoridades empresariais e políticas.
O deputado General Girão pontuou que a realização do fórum será um momento para virar a página do sertão, tão conhecido nacionalmente por conta da pobreza e da seca.
“Vamos levar esse Fórum para o presidente Bolsonaro para ele fazer um chamamento, porque é fundamental, pois vai ajudar muito a desenvolver o Rio Grande do Norte, especialmente a região de Mossoró e Oeste Potiguar. Estamos virando a página”, disse o deputado.

Confira a cobertura do evento:

Comunicado

Recentemente a Biogeoenergy foi alvo de uma operação coordenada pela Polícia Civil da Bahia que investiga a quebra de contrato da empresa Hempcare, que vendeu 300 Ventiladores Pulmonar (Respiradores) para o Consórcio do Nordeste, em um contrato de R$ 48 milhões e supostamente não teria entregue os equipamentos.


Diante deste fato, a Biogeoenergy precisa esclarecer alguns pontos:

A Biogeoenergy não tem e nunca teve contrato firmado com o Consórcio do Nordeste. Nossa empresa desenvolveu um ventilador pulmonar de última geração, único no Brasil, feito atendendo a todas as especificações da Anvisa. Chamado de Respira Brasil, o equipamento passou em todos os testes a que foi submetido e aguarda apenas a autorização do órgão federal para que a produção comece.
É importante destacar aqui que a Hempcare é a única responsável pelo cumprimento ou descumprimento do contrato com o Consórcio do Nordeste uma vez que ela foi quem fechou o negócio com a promessa de entregar equipamentos importados da China. A Biogeoenergy foi procurada posteriormente pela empresa paulista quando esta não conseguiu concretizar a importação.
Nesse momento a Biogeoenergy se comprometeu a vender os respiradores para a Hempcare. O destino desses equipamentos é uma decisão da empresa e não nossa. A Hempcare sempre esteve ciente de nossa situação e do tempo que seria necessário para que os trâmites burocráticos com a Anvisa fossem vencidos para o início da produção e posteriormente a entrega dos aparelhos. Nossa transação com a empresa investigada é comercial, como com dezenas de outras país a fora. Não temos compromissos firmados ou assinados com o Consórcio do Nordeste e portanto, nenhuma responsabilidade sobre a quebra de contrato da Hempcare com os governos do Nordeste.


A Biogeoenergy reafirma seu compromisso em ajudar o país a enfrentar esse momento crítico e colabora com as autoridades policiais para dirimir qualquer dúvida que venha a surgir.